Breve momento de pausa para quebrar a rotina...

Autoria de textos e imagens do blog é de momento do café


26
Abr 14

Abril está a chegar ao fim e confesso que hoje dei conta que o Momento do café completou 5 anos de existência, no dia 3. Outras mudanças falaram mais alto, e eis-me um pouco arredia da blogosfera. Fica o registo de mais um aniversário. Só para que conste. 

 

publicado por momento do café às 18:03

11
Mar 14

Faço o meu momento do café em dia de sol com sabor a primavera. No café, através da vidraça, enquanto saboreio o meu "café", olho o constante vaivém de carros na rua e o movimento dos transeuntes que caminham nos passeios que a ladeiam. Uma correria. Cruzam-se.  Mal se olham. Desviam-se. Seguem alheados. Taciturnos e solitários na multidão. Vão entregues aos pensamentos e, como não há forma de os adivinhar, o jeito é pôr-me aqui a conjeturar. Uns apressam-se, quem sabe, sob o peso das preocupações como se pretendessem fugir e escapar-lhes, antes que a esse fardo desequilibre a indignação que os sustém e os prende à rotina diária, com tudo de bom e de mau que oferece. Outros, quem sabe, seguirão agarradas à esperança que ainda as prende à realidade. A esperança será, talvez, a boia a que se agarram. Afinal, mesmo em dia de sol, há o medo no futuro, na perda de rumo, do mergulho no desespero. Ela é a salvação para que não se afundem na resignação de quem caminha carregando tantas incertezas.

Termino o meu café. Saio para a rua. Dou tempo à pressa, que já não há tempo para conjeturas. Ficam à mesa do café até ao próximo momento do café. Sigo o meu caminho. Como gosto do sol e do céu azul de março! Sinto o prenúncio da primavera.

publicado por momento do café às 09:39

12
Out 13
Sábado de outono. Um café expresso do Malawi! Aquece a alma e sossega as saudades, enquanto se faz o jantar de família...

publicado por momento do café às 18:02

15
Abr 13

O momento para saborear um café. O gosto pela escrita, sem pretensões. Eis as variáveis que quebram a rotina e dão origem ao Momento do Café. E são 4 anos que se completaram no dia 3. Nem sempre motivação, inspiração e interesse são conciliáveis. Há disponibilidade que não conjuga com ânimo. Por isso, a escrita em modo mais espaçado no calendário. Resta a vontade de continuar para não desistir.  

publicado por momento do café às 18:57

03
Abr 13
publicado por momento do café às 16:32
sinto-me:

22
Jan 13

Ó inverno truculento,

implacável frieza.

Inquieto. Violento.

Ó sopro de vento acerbo,

ventania desenfreada,

assobio intenso!

Ó chuva gelada,

batida a vento,

impertinente, ritmada!

Ó força da água imparável,

alagadiça, assustadora.

Ó natureza humilhada,

arrastada,  submissa.

Desnudada, derribada.

Ó impiedade invernosa!

publicado por momento do café às 12:56

14
Abr 10

E o prazer do café estende-se por mais e mais 365 dias...

publicado por momento do café às 14:55

Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


Dia Mundial da poesia - Desafio Blogs do Sapo 2011

VISITAS

Obrigada a quem passa pelo momento do café! Comentários e opiniões são bem-vindos!

mais sobre mim
pesquisar
 
DIREITOS DE AUTOR

dir autorpq.png

*Textos e imagens de outra autoria e proveniência publicados neste blog são devidamente referenciados no respetivo post.

Tradutor
Porto e o Douro

...........................................................................

Boa Nova: Farol e mar

Do terraço vejo o mar...

o pôr-do-sol...

20161227_170628.jpg