Breve momento de pausa para quebrar a rotina...

Autoria de textos e imagens do blog é de momento do café


25
Jul 13

Julho e mais de meio ano que já lá vão. Os dias cumprem-se tão rapidamente que mal vivemos um verão pleno, logo sentimos que em breve ele estará de partida. Entretanto, ficamos com o verão dos dias quentes, dos santos populares e romarias, do sol e da praia, das férias, da crise política, da austeridade, do novo elenco governativo, das incertezas, e que vai marcando o calendário e o nosso ritmo de vida. É o verão dos dias amenos e dos outros mais pachorrentos sob um sol escaldante que, se fosse possível, esqueceríamos tudo e entregar-nos-íamos ao lazer e à preguiça, sem remorsos, porque os momentos destinados à merecida pausa e ao descanso descontraído de verão adiam-se ou vão ficando por concretizar. É o verão dos momentos cansativos, das contrariedades e das exigências diárias que não vão de férias, que nos roubam o verão como se quisessem tomar conta dos dias quentes e luminosos que precisamos de sentir como nossos. É tempo de acreditar nos dias ensolarados que se fazem presentes, olhar céu azul, sentir o ânimo que só o verão tem o condão de nos dar, ainda que, por vezes, nos dececione, esconda os raios luminosos do sol nas manhãs enevoadas e frescas como acontece hoje. Os dias voam, sucedem-se e há sempre tanto para fazer, tanto para cumprir. Vivemos continuamente condicionados à míngua do tempo que sentimos a urgência de usufruirmos o frenesim dos instantes que o verão generosamente nos oferece em escassos três meses que ocupa no calendário. O tempo corre velozmente! Julho está na reta final. Agosto tão depressa está aí, como logo estará de partida. Depois, só nos restarão mais uns dias de setembro para saborearmos os bons caprichos de um verão que foge.


publicado por momento do café às 10:45

01
Jul 13

Corro a cortina. Através das vidraças, sinto a luminosidade que envolve tudo que vista alcança. O sol brilha no azul celeste. Ouro sobre azul! Abro as janelas e deixo a luz entrar e inundar o quarto. É reconfortante. Inspiro uma lufada quente. Crio o instante. Sinto o verão. Quero a pausa quente e luminosa que retempera a vontade e ofusca, sem compaixão, a marca da rotina dos dias. É julho...  

publicado por momento do café às 15:50
Tags/etiquetas: , , , , ,

23
Jul 12

O sol finalmente tomou conta de julho. A água da piscina, ao sol que escaldava, convidava a um banho refrescante e, entre mergulhos e brincadeiras, a criançada não se fez rogada. Agradável tarde de domingo passada em casa dos outros avós, onde se festejou o 7º aniversário do Tiago.

 

publicado por momento do café às 14:46

18
Jul 12

Julho finalmente oferece sol e céu azul.  Sente-se que é verão. É tempo de revigorar a alma ao calor do sol que queima.

publicado por momento do café às 10:44
Tags/etiquetas: , , , ,

10
Jul 12

No calendário dos dias, julho irrompeu insosso, a outra metade do ano teve início e segue condicionada à míngua dos euros... Já sobrevivemos a meio ano de dias austeros e a metade complementar chega forçosamente colada à "imoralidade" da situação que vivemos. Não a causámos e carregámo-la, sim! Contamos com outros tantos dias de sacrifícios, muitos de contrariedades que, acomodadas ao nosso quotidiano, nos comandam, e de tal modo, que nos encostam à fronteira entre a resignação e indignação, sempre em desequilíbrio e reequilíbrio que se alternam, porque a esperança, a grande ausente, falha ou é tão diminuta que pouco se vislumbra à luz do sol, em recessão, neste julho atípico que cumpre os seus dias.

publicado por momento do café às 11:34

Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


Dia Mundial da poesia - Desafio Blogs do Sapo 2011

mais sobre mim
pesquisar
 
DIREITOS DE AUTOR

dir autorpq.png

*Textos e imagens de outra autoria e proveniência publicados neste blog são devidamente referenciados no respetivo post.

Porto e o Douro

...........................................................................

Boa Nova: Farol e mar

Do terraço vejo o mar...

o pôr-do-sol...

20161227_170628.jpg