Breve momento de pausa para quebrar a rotina...

Autoria de textos e imagens do blog é de momento do café


31
Out 13

Mais uma vez, confirmaste que és o Comandante. Não te resignas quando te querem "abater" fora das 4 linhas. No relvado, o teu palco, sabes responder com o brilho e a grandeza do teu profissionalismo. Tens a fibra e a resiliência de um grande vencedor. Obrigado, Ronaldo!

publicado por momento do café às 09:28

26
Out 13

Um frente a frente aguerrido vai marcar a noite do clássico que alma leonina do Sporting (SCP) e chama dragontina do Porto (FCP) vão disputar. E quem sairá vitorioso? Os leões do SCP, para cumprirem o sonho de chegarem à liderança, não querem desperdiçar a oportunidade de conquistarem a vitória do clássico. Ao SCP, como diz a publicidade, “falta só um bocadinho assim…”, por isso, ambiciona a vitória para ultrapassar o FPC e “roubar-lhe” a liderança nesta altura do campeonato. Para isso, os leões do SCP vão ter de refrear a chama viva dos dragões do FCP, para que ela não lhes reduza a cinza a ambição de vitória e liderança que desejam alcançar, à 8ª jornada do campeonato. Mas o FCP, que se assume como favorito, tudo fará para contrariar a ambição do SCP e vai jogar para reforçar a liderança que detém e assegurar a diferença de pontos que os separa. Os Leões querem a vitória. E os Dragões também. E quem a conquistará? Mas o clássico também pode dar empate..., e fica tudo igual, o que pode colocá-los na incómoda e curta diferença de pontos que os distanciam do Benfica (SLB), se este, na Luz e ao fim da tarde de domingo, conseguir infligir uma derrota ao Nacional da Madeira (CDNM). Num domingo de clássico, tudo é possível… entre o favoritismo do FCP e ambição do SCP.

publicado por momento do café às 10:48

22
Out 13

Vai lá a gente entender! Um, soldado disciplinado e leal, em terras de Sua Majestade, ganha protagonismo e anuncia que o governo quer a negociação de um programa cautelar. Outro vem e diz que desconhece programa cautelar e sobre o assunto não existe nada. Se as cúpulas ministeriais não se entendem, que conclusão tirar de tal "desencontro"? Estão a perder a tramontana. O vínculo de confiança mútua entre membros do governo esbate-se mais.... e em quem acreditar? Neste jogo de desencontro governativo, o povo será o último a conhecer a verdade do seu futuro pós-troika. E, como o povo diz, o "c****" é sempre o último a saber...  

publicado por momento do café às 10:13

18
Out 13

Fico incomodada sempre que encaro, “televisionariamente”, a Sra. Ministra das Finanças. Em entrevista à SIC, a Sra. Ministra veio defender o OE2014 e, no decorrer da mesma, afirmou que não é intenção do Governo torturar os portugueses. Fiquei tão exaltada que, mentalmente, não me contive, refutei tal afirmação e disse para comigo, pois, não é intenção, é vontade. O que me revolta não é a tortura dos sacrifícios que me são exigidos. O que me revolta é sentir-me um número, um contínuo punhado de euros a jeito de serem levados por quem (o Governo, claro!) me olha sobranceiramente como se eu fosse ignorante ou desinformada; por quem não me respeita e não me defende face à intransigência da Troika; por quem deixa escorregar, entre as mãos e como se fosse manteiga, mais austeridade no OE2014; por quem pretenderá fazer acreditar que o culpado, de costas largas, pelo difícil cumprimento da meta do défice para 4% do PIB, acordada com Troika, nas 8ª e 9ª avaliações, será o TC, se a fiscalização da constitucionalidade der lugar ao chumbo de algumas medidas contidas neste orçamento. Há dias e dias de tortura com números e contas pela submissão aos imperativos da Troika. E todos os dias são de muita indignação!

 

publicado por momento do café às 15:15

16
Out 13

Olho os títulos dos jornais diários e leio, “saiba quanto lhe vai custar a vida em 2014”, “calcule quanto lhe vão cortar no salário”, “veja aqui quais são os cortes que vai sofrer”, e ponho-me a pensar quanta maldade esta austeridade está causar nas nossas vidas. Veio a ministra, de ar seráfico e conversa fria e dramática, servir-nos o jantar com mais um pacote de cortes que, cada vez mais, apontam para o nada, para um esforço sem sentido. Quer fazer crer que tem valido a pena, e toca a prescrever uma dose mais agressiva de sacrifícios para 2014. Quase copy and paste do orçamento de 2013 com nuances mais pesadas. Só ainda não vale arrancar cabelos e olhos. Se sentíssemos que todos os sacrifícios têm sido uma aposta vencedora, até nos entregaríamos a eles com a réstia de esperança que ainda nos sustenta e a paciência que vamos tendo para aturar estes governantes e a Troika. Um orçamento, à custa de mais sacrifícios impostos aos papalvos de sempre, é para Troika e mercados verem… porque esta estratégia orçamental não tem dado resultados francamente visíveis. Olhamos e o que vemos? O défice a engordar, o rendimento a definhar… e a economia a ressentir-se.


publicado por momento do café às 12:27

15
Out 13

 A imagem. A ponte. A proibição. O simbolismo.


 

 

 

publicado por momento do café às 12:10

12
Out 13
Sábado de outono. Um café expresso do Malawi! Aquece a alma e sossega as saudades, enquanto se faz o jantar de família...

publicado por momento do café às 18:02

Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

13
14
17
19

20
21
23
24
25

27
28
29
30


arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


Dia Mundial da poesia - Desafio Blogs do Sapo 2011

VISITAS

Obrigada a quem passa pelo momento do café! Comentários e opiniões são bem-vindos!

mais sobre mim
pesquisar
 
DIREITOS DE AUTOR

dir autorpq.png

*Textos e imagens de outra autoria e proveniência publicados neste blog são devidamente referenciados no respetivo post.

Tradutor
Porto e o Douro

...........................................................................

Boa Nova: Farol e mar

Do terraço vejo o mar...

o pôr-do-sol...

20161227_170628.jpg